imagem de carregamento

Papo de Enfermagem

Deixe seu email e fique por dentro de nossas atualizações.

Por que as Anotações de Enfermagem são importantes?

Por Administrador em .

O uso do carimbo é obrigatório? A documentação do paciente (prontuário) e os demais documentos inerentes ao processo de cuidados enfermagem (livros de ocorrência, relatórios, etc.) constituem a finalização do processo de cuidar do paciente: trazem maior visibilidade a profissão, permitem o planejamento da assistência, refletem a produtividade da equipe, permitem que sejam feitas estatísticas de atendimento, servem de fonte de consulta para inspeção da auditoria de enfermagem, são provas cabais da jornada de trabalho, e ainda, poderão servir para a defesa ou incriminação de profissionais de saúde.

Leia mais

O que o Enfermeiro precisa saber sobre mulheres grávidas com o Vírus Zika.

Por Administrador em .

Pelo menos 279 mulheres grávidas em os EUA e seus territórios foram infectadas com o vírus Zika, mais do que o dobro do número mais recentemente relatado, as autoridades de saúde federais disseram sexta-feira.

Leia mais

Como aperfeiçoar meus estudos em enfermagem ?

Por Administrador em .

Muito questionada, a discussão sobre ensino de enfermagem a distância voltou a ser palco de polêmica recentemente. Uma ótima alternativa para quem quer estudar e está com o tempo bem apertado, são os cursos de aperfeiçoamento online. Aceitos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Enfermagem, através da Resolução CNE/CES nº 3/2001, esta modalidade de curso é ideal para renovar seus conhecimentos.

Leia mais

Orientações que o Enfermeiro deve fazer a pacientes sobre o excesso de ácido fólico na gravidez.

Por Administrador em .

De acordo com o estudo, o excesso dos nutrientes folato (um tipo de vitamina B) ou de sua versão sintética, o ácido fólico, e da vitamina B12 durante a gravidez, aumentam o risco de uma criança desenvolver autismo em 17,6 vezes. Excesso de ácido fólico na gestação pode aumentar em até duas vezes o risco de autismo na criança. A conclusão é de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, apresentado nesta sexta-feira durante o Encontro Internacional para Pesquisa sobre Autismo de 2016, em Baltimore.

Leia mais


Ir para o topo