imagem de carregamento

Papo de Enfermagem

Deixe seu email e fique por dentro de nossas atualizações.

Você sabia? Luz azul emitida pelo celular gera círculo vicioso para obesidade!

Por Ana Carolina em .

Com o aumento das funções oferecidas pelos celulares fica cada vez mais difícil ficar longe do aparelho. Para quem não consegue se desgrudar do smartphone, deitar na cama e dar aquela última checada nas redes sociais antes de dormir já virou hábito. Entretanto, esse costume é capaz de prejudicar o sono e, consequentemente, contribuir para a obesidade, segundo estudos realizados no Brasil e em outros países.

Leia mais

Como aperfeiçoar meus estudos em enfermagem ?

Por Ana Carolina em .

Muito questionada, a discussão sobre ensino de enfermagem a distância voltou a ser palco de polêmica recentemente. Uma ótima alternativa para quem quer estudar e está com o tempo bem apertado, são os cursos de aperfeiçoamento online. Aceitos pelas Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Enfermagem, através da Resolução CNE/CES nº 3/2001, esta modalidade de curso é ideal para renovar seus conhecimentos.

Leia mais

Por que as Anotações de Enfermagem são importantes?

Por Ana Carolina em .

O uso do carimbo é obrigatório? A documentação do paciente (prontuário) e os demais documentos inerentes ao processo de cuidados enfermagem (livros de ocorrência, relatórios, etc.) constituem a finalização do processo de cuidar do paciente: trazem maior visibilidade a profissão, permitem o planejamento da assistência, refletem a produtividade da equipe, permitem que sejam feitas estatísticas de atendimento, servem de fonte de consulta para inspeção da auditoria de enfermagem, são provas cabais da jornada de trabalho, e ainda, poderão servir para a defesa ou incriminação de profissionais de saúde.

Leia mais

O que é a Microcefalia? E o que o profissional de Enfermagem precisa entender!

Por Ana Carolina em .

A microcefalia não é um agravo novo. Trata-se de uma malformação congênita, em que o cérebro não se desenvolve de maneira adequada. Neste caso, os bebês nascem com perímetro cefálico menor que o normal, que habitualmente é superior a 32 cm.

Leia mais